Como funciona um veículo elétrico

O futuro traz uma nova forma de mobilidade automobilística – a mobilidade elétrica. De acordo dados do estudo “Global Electric Vehicle Outlook 2018“, da Agência Internacional de Energia, hoje o número de veículos elétricos atingiu mais de 3 milhões no mundo. E esse número está crescendo cada dia mais.  A grande diferença desse modelo de automóvel é que ao invés de combustível, ele utiliza eletricidade. Além disso, os veículos elétricos são silenciosos e eficientes, e por esses motivos estão se tornando cada vez mais populares no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

Existem também os modelos híbridos (que vêm com dois motores, um tradicional e um elétrico), que emitem muito menos gases nocivos ao meio ambiente do que os veículos comuns, movidos pela combustão de gasolina, álcool ou diesel. Em um veículo elétrico, a bateria é carregada quando o motorista freia e também por meio de carregadores portáteis ou em eletropostos.

O crescimento dessa modalidade ocorre devido ao longo rol de benefícios exclusivos, os quais os veículos elétricos possuem e se diferenciam dos demais. São eles:

– são silenciosos;

– os custos de manutenção são inferiores aos de um carro de combustão interna tradicional;

– o desgaste nas pastilhas de freio é reduzido, graças aos sistemas de recuperação de energia na fase de desaceleração;

– a duração da bateria é igual à da vida útil do carro, então não requer manutenção;

– oferece total eliminação das emissões locais de óxido de nitrogênio (NOx ) e material particulado (PM) durante o uso.

No entanto, o acesso aos veículos elétricos ainda é restrito, pois os valores de investimento são mais elevados. Mas a tendência, com os ganhos de tecnologia e escala, é que ocorra uma redução dos preços. No Brasil já existem alguns veículos elétricos disponíveis ou em pré-venda: o Renault Zoe, o JAC iEV40, o Chevrolet Bolt, o Nissan Leaf, a BMW i3 e o Jaguar I-Pace .

E para atenderem a essa demanda cada dia maior de veículos elétricos, as distribuidoras de energia brasileiras estão investindo no desenvolvimento  da infraestrutura das estações de recarga, o que permitirá que os veículos elétricos percorram longas distâncias pelo País. Tudo isso sem gastar uma gota de combustível. Imaginou?

Conteúdo Relacionado