Em SC, 300 km de estradas já têm postos para carros elétricos

Imagine viajar, partindo de Florianópolis, pelas belas praias de Santa Catarina, desviar para uma visita a Blumenau, no Vale do Itajaí, e cair na estrada de novo até chegar a Joinville, a maior cidade catarinense, no norte do Estado. Tudo isso sem gastar uma gota de combustível. Imaginou? Pois isso já é possível: desde 2018, a Celesc Distribuição instalou sete eletropostos ao longo todo esse importante trajeto do Estado.

 

Por enquanto, a recarga pode ser feita nos estabelecimentos de forma totalmente gratuita. A distribuidora catarinense, porém, estuda a implementação de um modelo de negócios para os eletropostos que, com a tendência de aumento no mercado dos veículos elétricos, converteram-se em uma tendência mundial não só para o setor de transportes, mas também para o de energia.

 

As estações contam com equipamentos inteligentes que conectam o veículo à rede elétrica e coordenam seu carregamento, contabilizando a energia consumida e transmitindo informações ao usuário por um aplicativo no celular. Dessa forma, o motorista ou ciclista pode percorrer cerca de 300 quilômetros de estradas em Santa Catarina, em um meio de transporte movido exclusivamente a eletricidade.

Com unidades em Florianópolis, Porto Belo, Araquari, Joinville e Blumenau, o “corredor elétrico” da Celesc é um dos maiores em extensão do país. Ele foi desenvolvido em parceria com a Fundação Certi e recebeu, em 2018, o prêmio Fritz Müller, do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, na categoria Controle da Poluição Atmosférica.

Vantagens dos veículos elétricos

Silenciosos e eficientes, os veículos elétricos estão se tornando cada vez mais populares no mundo inteiro, inclusive no Brasil. Eles são similares aos comuns, exceto pelo fato de que funcionam com eletricidade, como celulares e outros dispositivos a bateria.

Os veículos elétricos são considerados o futuro no setor automobilístico e, mesmo em seus modelos híbridos (que vêm com dois motores, um tradicional e um elétrico), emitem muito menos gases nocivos ao meio ambiente do que os veículos comuns, movidos pela combustão de gasolina, álcool ou diesel.

Conteúdo Relacionado

MAURICIO GODOI, DA AGÊNCIA CANALENERGIA, DO RIO DE JANEIRO (RJ) Enquanto o mercado nacional discute
A Light está desenvolvendo um catalisador para ser instalado no interior das câmaras, que vai
O futuro traz uma nova forma de mobilidade automobilística - a mobilidade elétrica. De acordo
Por Canal Energia Wagner Freire O programa de pesquisa e desenvolvimento para mobilidade elétrica recebeu
Fazer uma viagem de veículo elétrico já é uma realidade no Brasil e em breve