Escolas Criativas – cultura, educação e sustentabilidade

A cultura e a escola formam um binômio potente para a criação de uma nova perspectiva cidadã nas sociedades contemporâneas que eleva a cultura a um patamar mais consistente de experimentação e criação, podendo resultar em desenvolvimento significativo para as duas áreas do conhecimento.

As Escolas Criativas se compõem, portanto, como um ambiente de experimentações criativas e de convivência com novas possibilidades estéticas, resultando na apropriação de conteúdos culturais que implicam novas perspectivas na formação desses jovens e na sua atuação ética e sustentável. O projeto atua, ainda, como uma ferramenta de sensibilização e estímulo à formação de novas plateias para produtos e bens culturais, funcionando como porta de entrada para um universo plural, de diversidade e democratização cultural.

Pensando esse cenário multidimensional, o projeto Escolas Criativas – Cultura, Educação e Sustentabilidade surge de uma iniciativa da Enel, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro em parceria com a Prefeitura Municipal de Niterói e com realização da Quitanda das Artes. O projeto promove a integração entre cultura, educação e sustentabilidade através de novas tecnologias de ensino e inovação em três escolas da rede pública de ensino, produzindo uma maior assimilação dos processos culturais e educacionais por meio de ações de difusão, formação, pesquisa e estímulo à sustentabilidade e à eficiência energética.

Eixos:

Eixo 1 – Difusão e Acesso: programação artístico-cultural nas escolas, contemplando os segmentos de música, dança, teatro e audiovisual com 8 concertos didáticos, 8 apresentações de teatro e dança, 8 exibições de cinema e 24 debates, realizados ao final de cada ação artística com o intuito de refletir sobre o processo de criação e produção de cada espetáculo.

Eixo 2 – Formação: As ações de formação – para os alunos e educadores – são centrais na proposta das Escolas criativas. As atividades formativas foram pensadas para ampliar os conhecimentos e o aprendizado do aluno a partir de conteúdos do campo da cultura e da comunicação, por meio de cursos de Fotografia Básica, Audiovisual, Produção Cultural e Musicalização. Já para os educadores, são ofertados cursos que abordam Arte e educação, História da Arte e Cultura brasileira.

Eixo 3 – Pesquisa: Cada escola contará com um centro de pesquisa e espaço de compartilhamento de experiências e informações a ser incorporado ao currículo da escola, criando um ambiente pulsante de criação e interatividade. Comporta um miniauditório, uma cinemateca e totens interativos com conteúdos sobre: Sustentabilidade, Cultura Popular, Artes Cênicas, Música, Artes visuais e Audiovisual, Patrimônio material e imaterial.

Eixo 4 – Sustentabilidade e eficiência energética: Em consonância com a proposta de estímulo ao desenvolvimento sustentável, toda a energia das salas projetadas será produzida através da instalação de um sistema de geração de energia solar, por meio de placas fotovoltaicas e haverá a troca do tipo de lâmpada utilizada em todas as escolas a fim de melhorar a eficiência energética do equipamento como um todo.

Conheça o projeto: https://www.escolascriativas.com/

Conteúdo Relacionado

O desenvolvimento tecnológico tem ampliado a eficiência e garantido a expansão das fontes de energia
Chamado de Energia do Futuro, o projeto da Neoenergia implantará o sistema DSO (Distribution System
A responsabilidade socioambiental das organizações fomenta práticas que envolvem a relação da empresa com o
É um fato continuamente observado que as empresas do setor de distribuição de energia elétrica,
Eficiência energética e Sustentabilidade são as linhas de atuação dos projetos das empresas Neoenergia, Enel